1474508_513219102110114_1276095701_n

Conferência suprime diretrizes viárias que transporiam a UEM

Foi realizada na manhã de quinta-feira (28), no auditório Hélio Moreira, a Conferência Municipal para Supressão de Diretrizes Viárias, convocada pelo prefeito Carlos Roberto Pupin. Representantes do poder público, sociedade civil e do empresariado maringaense compuseram a plenária, que deliberou sobre a supressão de dez diretrizes viárias apresentadas pela administração municipal, além de outras propostas pelos delegados. Entre os itens aprovados, destaca-se a supressão das avenidas e ruas que transporiam o campus da Universidade Estadual de Maringá, uma rodovia que passaria sobre a Escola Milton Santos, e algumas ruas no terreno do antigo aeroporto, sendo mantida apenas a diretriz de continuação da Avenida Brasil naquela área.

Houve confusão quando o secretário de planejamento urbano, Laércio Barbão, tentou cancelar a conferência de forma autoritária e sem consultar a plenária. Os delegados, munindo-se da prerrogativa da plenária ser a instância superior para as decisões sobre a conferência,  optaram por dar continuidade ao processo, elegendo novos membros para a mesa diretora, votando o regimento interno, apreciando, debatendo e votando a supressão de diretrizes viárias. Na tentativa de forçar o cancelamento, o secretário de assuntos comunitários de Maringá, José Miguel Grillo, sequestrou os microfones e agrediu física e verbalmente servidores da Câmara Municipal que participavam como delegados na conferência.

Categories: Sem categoria