“É crítico por ser secretário ou se tornou secretário por ser crítico?”

Nomeado secretário de comunicação da gestão de Ricardo Pupin, o colunista do jornal amigo da famiglia, Milton Ravagnani, não tem medido esforços para insinuar a existência de um “mensalinho” de, segundo ele, 3 mil reais para blogueiros e comunicadores independentes denunciarem a gestão pepista, numa tentativa “maldosa” de desestabilizar o homem dos 515 CCs.

Vítima de sua própria insinuação, Ravagnani foi questionado por um de seus leitores em seu blog:

“O Milton é crítico porque é secretário municipal ou se tornou secretário por ser crítico?”

Isso me fez lembrar os antigos comerciais dos biscoitos Tostines

Afinal de contas, Ravagnani já vinha desempenhando o papel de defensor de Ricardo Pupin desde o período eleitoral, inclusive tentou – tentou – até justificar a aberração do aumento no número de CCs de duzentos e poucos para mais de quinhentos. Ficamos aqui com outro dilema: se a crítica pela crítica é burra, a defesa cega, por si, é mais provida de inteligência?

Categories: Sem categoria