Para o bem da verdade, colunista deve ser intimado na CPI do Transporte Público de Maringá

NOT-humorista-do-bordao-to-de-olho-no-sinho-de-a-praca-e-nossa-morre1358333403_460_322Um colunista do jornal diário de maior circulação em Maringá, um dos três porquinhos da mídia vendida da cidade, publicou em sua coluna de 23/06 a informação de que a empresa TCCC havia efetuado doações para as campanhas de vereadores da cidade, possivelmente para facilitar os tramites confusos de licitação e aprovação de concessão para a doadora em sessões da Câmara de Maringá. Fato é que a empresa, sabendo da ilegalidade deste tipo de doação publicizada pelo referido colunista, correu para pedir-lhe para “corrigir” a informação. Pois bem, dado que o mesmo colunista já vem discutindo este tipo de doação desde 2008, não seria o caso de convocá-lo a prestar esclarecimentos a CPI do Transporte Público de Maringá? Quais seriam as reais informações, a que ele publicou em sua coluna ou as apresentadas pela empresa? Pessoas ligadas a diretoria da TCCC já realizaram doação para a campanha de vereadores? Se a informação que o colunista publicou era mentirosa, qual o motivo para ter levantado este falso?

Categories: Sem categoria